Área Continental ganha novo polo do Conselho Municipal do Idoso >> Prefeitura Municipal de São Vicente
Voltar

Direitos Humanos


14 de novembro de 2017

Área Continental ganha novo polo do Conselho Municipal do Idoso

37701578774_27521a686c_k

 

Atendimento será feito as segundas e quartas, na Subprefeitura

 

A Área Continental ganhou um novo serviço voltado ao idoso. Na manhã desta terça-feira (14), foi inaugurado o polo do Conselho Municipal do Idoso (CMI), na Subprefeitura (Avenida Ulisses Guimarães, 211 – Jardim Rio Branco).

 

Os dias de atendimento na nova sede, a partir do dia 20 de novembro, serão às segundas-feiras, das 13h30 às 16h, e às quartas-feiras das 9h às 11h30.

 

Houve ainda um pedágio de conscientização do Estatuto do Idoso, com distribuição de material.

 

A presidente do CMI, Luciana Servinsckins, destaca a importância da função de forma descentralizada. “Muitos idosos daqui vão até ao Centro para o atendimento. Como temos esses casos para encaminhar aqui, nós passamos a fazer trabalhos de orientação e prevenção, sempre buscando trazer a família mais perto”.

 

O CMI é um conselho deliberativo que trabalha voluntariamente com políticas públicas voltadas à terceira idade, recebendo denúncias como maus tratos, negligência e abandono pela família. Ele realiza também a fiscalização de Casas de Longa Permanência, juntamente com o Fórum de São Vicente.

 

Anteriormente, os serviços eram prestados apenas no 8º andar do Complexo Administrativo Municipal (CAM) na Rua José Bonifácio, 404 – Centro. As atividades continuam sendo feitas nesse local de segunda a sexta-feira, das 14h às 16h. Pode ser acionado por meio do telefone (13) 3569-2382 ou no Disque 100, o canal da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

 

Para o prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa, a nova sala é apenas uma das obras na Área Continental. “Esse é um passo importante para o fortalecimento da Subprefeitura. Há cerca de 150 mil moradores na Área Continental, muitos deles têm de se deslocar aos órgãos na Área Insular. Quando nós colocamos esses equipamentos aqui, nós diminuímos a distância”.

 

Ele menciona também a implantação de um novo posto de cartório eleitoral, posto de correios, projetos do Conjunto Habitacional e a entrega de cinco creches no ano que vem.

 

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andrea Gouvêa, ressalta a parceria com o CMI. “São resultados muito positivos e estamos no caminho certo. O Fundo Social é um braço do Conselho, sempre apoiando”. Além da inauguração da nova sala, o FSS montou o primeiro bazar na Área Continental, com produtos novos e usados a partir de R$1,00.

 

Circular: histórias da mata – O projeto Circular: histórias da mata estava estacionado no local. Consiste em um ônibus adaptado com todos os recursos técnicos de som e luz com apresentações sobre a cultura indígena e a natureza.

 

 

 

Leia Também