Nome
E-mail
 
Facebook
Twitter
Movimenta São Vicente
Webmail
Webmail
Município >> Notícias

   
15/2/2011
Local tem 13 animais treinados para farejar drogas, controlar multidões, impedir infrações, visitar escolas e ajudar a criar canis
 
Treze cães das raças rottweillwer, pastor alemão e pastor belga de Malinois são treinados diariamente para fazer trabalho policial ostensivo, que inclui controle de multidões, imobilização de indivíduos e busca de entorpecentes. Até estupro já foi evitado pela atuação dos animais. Além disso, fazem trabalho de cunho social, com visitas a creches, escolas, Cãominhadas e ONGs onde são feitas brincadeiras e é mostrado como é feito o treinamento dos animais.
O Canil, conhecido como Grupo de Operações com Cães (GOC) oferece, ainda, cursos de formação de adestradores. Já tiveram assessoria com o GOC de São Vicente para a criação de canil o 2º Batalhão de Infantaria Leve (2º BIL) de São Vicente, a Base Aérea de Santos, as Guardas Municipais de Itanhaém, Guarulhos e Praia Grande. Ainda tiveram aula os CDPs (Centros de Detenção Provisória) de Samaritá (SV) e Mongaguá, entre outros. Quem faz o curso com GOC recebe certificado.
O comandante do Canil, Guarda Civil Municipal (GCM) Vandilson Carlos de Carvalho, informa que cada cão possui um condutor da Guarda Municipal. “Para ser adestrador é preciso fazer os cursos de cinofilia (psicologia canina) e cinotecnia (técnicas). Nossos homens fizeram o curso “Siborg”, do professor Nelson Porto (técnica de João Pereira), baseado em estratégias de psicologia canina similares as desenvolvidas por Cesar Milan, mexicano radicado nos Estados Unidos e hoje famoso pelo programa Encantador de Cães, no canal 69 da Net e pelos livros que escreveu.
No programa, Milan consegue melhorar o comportamento dos cachorros orientando os donos e atuando junto aos animais, resolvendo problemas aparentemente insolúveis.
O GCM Vandilson diz que desde bem pequenos os cães começam a ser treinados para que se saiba se têm o perfil adequado para a função, ou seja, temperamento forte. “Significa aquele que avança, vai atrás da caça, não recua, com medo, só se defendendo para sobreviver. E isso você não transforma com treinamento, o cão já nasce com temperamento fraco ou forte”. Explica, ainda, que é preciso saber, por exemplo, que o animal percebe, pelo faro, quando a pessoa está com medo, pois esta “solta uma química detectada pelo cachorro”. Ele explica que alguns cães foram comprados, mas a maioria foi doação. “Caso eles não se enquadrem no perfil necessário, nós doamos para outra pessoa”, diz Vandilson. Cada cão se alimenta com cerca de 500 gramas de ração por dia, além de receber todos os cuidados necessários.
Entre os projetos futuros, Vandilson conta que a ideia é que os condutores façam curso de cinoterapia para depois trabalhar junto a pessoas portadoras de necessidades especiais e doentes, em visitas a hospitais, asilos e orfanatos.
O GCM Wagner Barbosa de Carvalho diz que se aprovado no teste de temperamento, ensinar obediência aos cães leva, em média, 3 meses. “É mais fácil quando têm partir de 6 meses de idade para começar”. Já para aprender a atividade policial é preciso mais maturidade, devendo o animal ter, ao menos, um ano. Wagner informa que os cães também se aposentam, com cerca de oito anos. É o caso do cão Nero, que será substituído pelo rottweillwer Black, que já vem sendo preparado.
Já o GCM Fabrício Simões Marques, guarda municipal há dez anos, diz que outras raças que se adequam bem ao adestramento são o golden retriever e o labrador.
As aulas de adestramento oferecidas pelo GOC de São Vicente a outros órgãos são realizadas por duas semanas, oito horas por dia.
Já o treinamento no Canil de São Vicente é feito diariamente, principalmente às quartas-feiras, durante todo o dia, quando são feitos exercícios do cotidiano da Guarda (patrulhamento, abordagens, guarda e proteção).”
Um dos condutores veste o bite suíte (macacão grosso de proteção) mais luvas, simulando ser um suspeito, que está furtando, portando drogas ou perturbando o sossego público. Quando acertam o exercício, ganham a compensação – brinquedo ou alimento. Eles são treinados também na transposição de obstáculos (agility). Os treinos são feitos no Canil ou em outros lugares, como no Sest/ Senat.
O GCM Cândido da Silva explica que o cão emite um sinal – passivo ou ativo – para comunicar o condutor o resultado de sua investigação. Assim, por exemplo, quando acham droga escondida, explosivos ou cadáver arranham o lugar com a pata ou latem (sinal ativo) ou sentam e olham para o dono (passivo) ou, ainda, deitam (passivo).
“Cada cão cria um vínculo de amizade, um elo com o treinador”, diz Cândido. “Ensinamos as técnicas aos cães como se fosse um esporte, não ensinamos a ter raiva. Seria perigoso entre multidões e até para o condutor”.
Ele explica que o cachorro aprende a “ligar e desligar”. Quando dão alguns sinais (pegar pela coleira no pescoço, postura, voz e o odor do policial e o comando atacar) o cachorro sabe que vai atuar e depois volta ao modo normal, sereno. “O animal é 100% sensibilidade. Nossos cães já evitaram até estupro”.
PRÊMIOS E SEDE NOVA – O secretário de Transportes, Segurança e Defesa Social, Rogério Barreto, afirma que o Canil da Guarda Municipal de São Vicente já ganhou 16 prêmios em competições, ao longo dos seis anos de existência.
“Em cerca de três meses, o Canil deve ganhar sede nova. É uma forma de reconhecer o belo trabalho realizado lá”. Barreto conta que a sede vem sendo erguida na Cidade Náutica III, atrás da Garagem Municipal. Atualmente o Canil localiza-se ao lado da Rodoviária, na Praça Cesário Bastos, s/n.
Barreto foi o autor do Projeto de Lei Complementar 29/05, de 13 de setembro de 2005, que criou o Canil Municipal de São Vicente.

Conheça um pouco da personalidade de cada cão que compõe a equipe e os prêmios de maior destaque:

Spike -
Cão de patrulhamento, é um pastor belga de Malinois; especializado também em farejar entorpecentes, guarda e proteção. É pai de duas cadelas doadas ao Canil da Base Aérea de Santos, que homenageia o Canil de São Vicente tendo o nome “Spike” gravado na pedra fundamental da entrada. Seu condutor é o GCM Fabrício.
Hulk – Cão de patrulha, pastor belga. O condutor é GCM Gabriel.
Zeus – Cão de patrulha e show dog, é pastor belga. Especializado emfaro. Evitou estupro de uma criança quando em patrulha de rotina o marginal tentou fugir e cão o deteve, podendo ser encaminhado ao Distrito Policial. Condutor é o GCM Barros.
Duque - Pastor capa preta, é cão de patrulha, show dog e especializado em faro. Condutor é GCM Valdomiro.
Nero – Cão de patrulha e show dog, Nero é pastor alemão. Aposentou-se semana passada, tendo prestado excelentes serviços nos patrulhamentos, controle de turba e apresentações de cunho social. Vem sendo preparado o rottweiller Black para substituí-lo. Condutor era GCM Luzeimar, que adotou o cão.
Duty – Pastor belga de Malinois premiado seis vezes (1º lugar em Imobilização, 1º lugar em Abordagem e 2º lugar em equipe no IV Campeonato Intercanis das GCMs em Guarulhos; 2º lugar Estilo Livre e 3º lugar como Melhor Cão no 2º Torneio Metropolitano de Cães de Polícia (da Baixada Santista) além de 3º lugar na categoria Proteção no 1º Torneio Metropolitano de Cães de Patrulha. O condutor é GCM Vandilson.
Spider – Pastor alemão capa preta, especializado em guarda e proteção, assim como faro. Premiado com 2º lugar em Faro no IV Campeonato Intercanis de GCMs em Guarulhos. Condutor é GCM Wagner.
Lobo – Cão de patrulhamento e iniciante no faro, é pastor alemão. Condutor é GCM Emerson.
Haquiles – Cão de patrulha, é pastor belga de Malinois. De pequeno porte, mas de muita garra e temperamento muito forte. Está entre os indicados para competir este ano pelo Canil. Condutor é GCM Cândido.
Fox – Cão de patrulha, é rottweiller. Seu porte e aparência intimidam qualquer opositor. Condutor GCM F. Roberto.
Três cães filhotes vêm sendo preparados por GCMs estagiários para se tornarem efetivos no Canil
Eros – pastor belga, condutor GCM Oliveira
Apolo – pastor belga de Malinois, condutor GCM Ricardo
Atena – cadela pastora belga de Malinois, condutor GCM Cristian
 
 
Imprimir esta notícia Imprima esta notícia Envie para um amigo Envie para um amigo
 
Voltar
Ouvidoria COPPIR São Vicente
ICMS Dipam
Cadin
Nota Fiscal Eletrônica
Minha Casa. Minha Vida.
ISS online
Secretaria de Educação de São Vicente
Recursos para São Vicente