Nome
E-mail
 
Facebook
Twitter
Movimenta São Vicente
Webmail
Webmail
Município >> Notícias

   
27/7/2011
Renda pessoal cresceu 181%; população sai do aluguel e novas moradias aumentam 46%
 
Dados do censo 2010 do IBGE recém-divulgados mostram um aumento de 181,47% da renda per capita dos moradores de São Vicente, que saltou de R$ 303,52 em 2000 para R$ 854,31 no ano passado. Outro ponto que evidencia o progresso em São Vicente é o aumento de 46% de novas construções em todo o Município, além do crescimento populacional, da ordem de 9,52%, com a Primeira Cidade do Brasil recebendo quase 30 mil novos moradores. Em 2000 eram 303.551 habitantes e hoje são 332.445.
Outro indicador de melhora social da população está na mudança de imóveis de aluguel para residências próprias, principalmente na Área Continental, que tinha 77.600 moradores em 2000 e chegou a 2010 com 98.160 habitantes. Boa parte destes novos moradores deixou de pagar aluguel e se mudou para uma das 1.802 moradias edificadas pela Prefeitura em parceria com os governos Federal e do Estadual.
Para os conjuntos D`Ampezo foram 200 famílias; São Vicente I, 122; SV II, 380; Dilma Taipina, 500 e para o conjunto que está sendo construído no Jardim Rio Branco, atrás da Subprefeitura, irão mais 600. Bairros que receberam investimentos em moradias populares alcançaram percentuais recorde de crescimento, como a Vila Samaritá, da ordem de 290% e Vila Ema, 157%.
Para acompanhar a expansão da área continental, a Prefeitura investe forte na região. Desde o censo de 2000 foram criadas seis escolas; 11 creches e oito Centros Educacionais e Recreativos (CERs), além de equipamentos de saúde; de assistência social; infraestrutura e projetos de capacitação, como o Tripulantes do Futuro. A Prefeitura também investe em pavimentação e drenagem de vários bairros, como acontece agora no Jardim Rio Branco.
Outro fenômeno é a mudança de famílias para bairros considerados nobres da Cidade. O Itararé registrou um acréscimo populacional de 31%; o Gonzaguinha, de 22% e o Boa Vista, de 29%. A chegada de novos moradores, aliada ao incremento da atividade turística, provocou, também, muito investimento na construção civil, a ponto de o bairro do Itararé ter crescido 191% no setor; o Gonzaguinha, 138% e o Boa Vista, 157%. Mesmo assim não superaram as vilas Samaritá e Ema.
Os números comprovam também uma afirmação constante do prefeito Tercio Garcia no sentido de que São Vicente é uma Cidade de jovens. O IBGE apurou que 48,43% da população está na faixa entre zero e 29 anos; sendo que 42,42% são os chamados adultos, entre 30 e 39 anos, e 11,14% são os mais velhos, acima de 60 anos.
Para o prefeito, os dados do IBGE comprovam a necessidade de a Prefeitura continuar investindo em capacitação de jovens como forma de incluí-los no mercado de trabalho. “A melhora na qualidade de vida apurada pelo IBGE mostra que estamos construindo uma sociedade mais igualitária, que sempre foi nossa proposta de Governo desde 1997”, concluiu Tercio.
 
 
Imprimir esta notícia Imprima esta notícia Envie para um amigo Envie para um amigo
 
Voltar
Ouvidoria COPPIR São Vicente
ICMS Dipam
Cadin
Nota Fiscal Eletrônica
Minha Casa. Minha Vida.
ISS online
Secretaria de Educação de São Vicente
Recursos para São Vicente