Famílias recebem doação de 500 lâmpadas econômicas

Ação é fruto de parceria entre a Secretaria de Assistência Social de São Vicente e a empresa CPFL

Compartilhe!

Curtir
Ação é fruto de parceria entre a Secretaria de Assistência Social de São Vicente e a empresa CPFL
 
Em conjunto com a CPFL Piratininga, a Secretaria de Assistência Social (Seas) de São Vicente promove, através do Programa de Eficiência Energética da CPFL, a doação de kits com quatro lâmpadas econômicas cada, para famílias em situação de vulnerabilidade. 
 
Durante evento realizado nesta quinta-feira (20), na Escola Técnica de Economia Criativa (Etecri), no bairro Vila Margarida, houve a entrega de cinco desses kits. Outros 120 kits serão entregues diretamente nas residências das famílias cadastradas no Programa Criança Feliz, do Governo Federal, que realiza acompanhamento pedagógico para crianças de famílias de baixa renda. 
“O programa tem a finalidade de fortalecer o vínculo familiar. Através de visitas domiciliares feitas pela equipe, observamos o desenvolvimento das crianças, auxiliamos em questões sociais e relacionadas à saúde. Há também o acompanhamento de gestantes e, posteriormente, dos bebês até os três anos. No caso de Beneficiários de Prestação Continuada (BPC), a assistência vai até os seis anos da criança", explica Adriele Mendes, supervisora do programa.
 
Para a inclusão no Criança Feliz, é necessário que a pessoa tenha o Número de Identificação Social (NIS) e que o Cadastro Único esteja atualizado.
“O objetivo deste projeto é contemplar os munícipes com a utilização de uma lâmpada 85% mais eficiente e 25% mais durável em relação às comuns. Neste momento, a questão econômica é primordial. No final do mês, a economia gerada por este equipamento resulta na compra de um alimento para essas famílias”, explica José Ricardo, coordenador de atendimento da CPFL.
 
Nos próximos dias, mais 120 famílias cadastradas serão contempladas com os kits, totalizando 500 lâmpadas mais econômicas cedidas. 
A ação desta quinta-feira protagonizou o pontapé inicial da parceria entre Seas e CPFL, e contou com a presença do secretário de Assistência Social, Leando Valença, que comemorou: “É muito gratificante poder atender famílias neste período de pandemia. São Vicente tem uma demanda de vulnerabilidade social muito grande. Pretendemos ampliar esta ação com a CPFL, trazendo benefícios à sociedade e ao meio ambiente” conta.
 
A pauta ambiental também faz parte da iniciativa, já que o intuito é fornecer o kit ao cidadão e, em troca, receber o descarte das lâmpadas antigas , fazendo com que haja o descarte correto, como ressalta José Ricardo, representante da CPFL: “A lâmpada possui elementos prejudiciais ao meio-ambiente como, por exemplo, o mercúrio. É fundamental que o descarte seja feito da maneira certa. A CPFL se propõe a receber o equipamento, dando a destinação correta”.
 
As 125 famílias que receberão os kits foram selecionadas através de um levantamento com base nos vicentinos inscritos pelo programa e, de acordo com os requisitos necessários.
Renata da Silva Rodrigues, moradora do bairro Vila Nova São Vicente, agradeceu. “É uma ajuda essencial, pois estas lâmpadas farão com que possamos economizar na conta de luz, ainda mais neste período de dificuldade que a pandemia trouxe. Gostei muito”.
 
Além de São Vicente, a CPFL Piratininga pretende atender mais 255 cidades do Estado de São Paulo, com o Programa de Eficiência Energética.
 
Por Guilherme Sibilio