Em clima de emoção, Espaço da Paz e Leitura é inaugurado no Parque Ecológico Voturuá

Compartilhe!

Curtir


Local recebeu o nome da mãe do prefeito Pedro Gouvêa, Profª Vera Lucia Massis de Freitas Gouvêa


O Parque Ecológico Voturuá em São Vicente (Avenida Dona Anita Costa, s/n – Vila Voturuá) recebeu um espaço de leitura em meio à natureza. A inauguração do Espaço de Leitura e de Paz “Profª Vera Lucia Massis de Freitas Gouvêa” aconteceu na manhã desta sexta-feira (05), com a presença de familiares, do deputado estadual Caio França, vereadores e colaboradores do parque.

Dona Vera era mãe do prefeito Pedro Gouvêa, que ficou bastante emocionado. “É muito especial essa homenagem, nesse ambiente agradável, que demonstra o valor da família, da cultura, da paz e da leitura”. Também filha de dona Vera, Lúcia França lembrou que ela incentivava a leitura em casa. “É importante que todas as crianças tenham essa visão. Esse espaço é sereno e calmo e, por isso, tem tudo a ver com minha mãe”. Lúcia França.

Durante o evento, a equipe da Secretaria de Turismo (Setur) preparou um repertório musical do coral integrado por funcionários da pasta. A música “Faz um milagre em mim”, do cantor gospel Regis Danese, abriu a apresentação do coral. Na sequência, foram interpretadas as canções “We are the world” (Michael Jackson) e “Que dure para sempre” (Negritude Jr).

O secretário Henrique Marx disse que ao assumir a Secretaria de Turismo, há um ano, cogitou melhorar o local onde havia um recinto de animais em ruínas. “As pessoas olhavam para aquele lado e não viam os animais. Então perguntei para as veterinárias e biólogas o que poderia ser feito na área. E, com auxílio da Codesavi, de outras secretarias e parceria com uma empresa privada, pudemos inaugurar esse espaço, que transmite paz e a pessoa pode colocar uma fitinha com um desejo, pedindo com fé para ser atendida”.

Espaço Leitura e Paz – Localizado próximo ao recinto dos leões, na subida do Parque, o espaço foi construído com apoio de uma empresa privada, localizada em Joinvile, em Santa Catarina, que concedeu os materiais ecológicos, como a lixeira, dois bancos e uma cerca.

Além desse novo recanto, o visitante pode também conhecer o Parque, que possui 825.500 metros quadrados de área verde da Mata Atlântica.

São mais de 100 animais, entre aves, répteis e mamíferos. As visitas ocorrem de terça a domingo, das 9 às 17. O Parque ainda abriga o primeiro Museu do Escravo do litoral paulista, aberto das 10 às 17h.

Ingressos custam R$ 2,00. Não pagam entrada crianças com até 5 anos de idade e pessoas acima de 60 anos.