Área Continental de SV recebe Carreta da Mamografia nesta terça-feira (24)

Na Área Insular, exames serão realizados no CAD; mulheres de 50 a 69 anos poderão fazer mamografia sem necessidade de pedido médico

Compartilhe!

6 curtiram
São Vicente recebe a Carreta da Mamografia, do Programa Mulheres de Peito, da Secretaria de Saúde do Estado, que ficará na Cidade de 24/5 a 4/6. A partir desta terça-feira (24), o veículo estará na Área Continental, na Avenida Doutor Ulisses Guimarães, 209, na Creche Paulo de Souza, ao lado da Subprefeitura. Na Área Insular, os exames serão realizados no Centro de Apoio ao Diagnóstico (CAD), que fica na Rua João Ramalho, 442, no Centro. 
 
O atendimento na Área Continental será feito por demanda espontânea, por meio de senhas, (50 senhas), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados (25 senhas), das 8h ao meio-dia.
 
Poderão realizar o exame, sem pedido médico, mulheres de 50 a 69 anos, apresentando apenas o RG e o cartão SUS. Já as mulheres de 35 a 49 anos, e acima de 70 anos, também poderão fazer o exame, mas devem apresentar pedido médico do SUS, cartão SUS e RG.  
 
Na Área Insular, mulheres de 50 a 69 anos podem agendar o exame sem a necessidade de apresentar pedido médico, por meio do WhatsApp (13) 3569-4940. Já as mulheres de 35 a 49 anos, e acima de 70 anos, devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua residência e apresentar pedido médico do SUS, cartão SUS e RG. Os exames serão realizados de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
 
A ação tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da realização do exame de mama, simplificando o acesso, por meio da dispensa do pedido médico e oferecendo facilidade de agendamento e diagnóstico. 
 
Para Michelle Santos, secretária da Saúde, São Vicente recebe o programa com satisfação. "O Mulheres de Peito vem para a nossa Cidade para agregar ao nosso esforço a promoção à prevenção. Poder oferecer mais vagas para a realização deste exame é, sem dúvida, muito importante para nós, gestores, e para nossos munícipes. Sabemos que a prevenção é a ferramenta mais importante no combate às doenças, e com a detecção de um possível câncer de mama no estágio inicial, a probabilidade da cura é maior", declara.
 
Por Marjorie Melo