Palestra e peça teatral integram programação da 'Família na Escola' da EMEF Lúcio Martins

Ações são abertas a familiares e acontecem na tarde de terça-feira (11)

Compartilhe!

5 curtiram

 

A Escola Municipal Lúcio Martins Rodrigues (R. Odair Müler de Azevedo Marques, 434 - Vila Margarida) abre as portas para a família na tarde de terça-feira (11), com palestra e apresentação teatral. A programação faz parte do projeto ‘Família na Escola’, conforme detalhou a diretora Maria Inez Chaves. 

A professora e escritora Vânia Andrade ministra palestra sobre ‘A importância da leitura’, apresentando aos pais e alunos a importância do livro como instrumento transformador na formação de uma criança. A autora de livros infantis nasceu na Bahia, é casada, mãe do Bernard e cursou Pedagogia e Artes Visuais na Baixada Santista. Além de escrever e ilustrar, é professora na rede municipal de São Vicente e vive em busca de formas para incentivar a leitura. Em julho, participou da Bienal Internacional do Livro de São Paulo.


Já o grupo teatral ‘INTEGRA! Lúcio Martins Rodrigues’ preparou a peça ‘Escola Versus Família’, com sessão às 14h30. “O ‘versus’ do título não se refere a um embate, mas à integração da protagonista nesses dois ambientes”, conta a responsável pela montagem, Caroline Heffer Pessôa, estagiária de letras que faz parte do programa Integra, da Secretaria de Educação (Seduc). A peça expõe diálogos a respeito das relações interpessoais e civis que comprometem o desenvolvimento do aluno em sua vida estudantil e social. “Acompanhamos ao longo de sete cenas o reflexo das dúvidas e medos de Stephanie, uma adolescente do 8° ano que, como qualquer outro adolescente, busca apoio e acolhimento para construir o próprio futuro”, completa. 


A coordenação da peça é da aluna Kamilly Vitória, do 7º ano C, que agradeceu a oportunidade de participar do projeto. “Sinto como se estivesse representando a diretora e toda a equipe da escola. Foi muito bom fazer parte de tudo isso, pois me ajudou a perder a vergonha. Como diz a professora Caroline, o teatro nos tira de um lugar bom e coloca em um melhor ainda”, conta a estudante.


A apresentação é a culminância de um trabalho desenvolvido por Caroline, que usou o teatro como estímulo à expressão, promovendo atividades corporais com foco  no alongamento e na respiração. No decorrer das ações, foi promovido o resgate da autoestima, da confiança e valorização, na busca de “alunos seguros, atores sérios”. Reflexão, relaxamento e meditação foram praticadas nesse processo.


Por - Renato Pirauá

 

Álbum de Fotos