UE Laura Filgueiras tem primeiro grêmio eleito após pandemia

Presidente anterior passou faixa para sucessora nesta terça-feira (21)

Compartilhe!

5 curtiram


Em uma verdadeira aula de cidadania, a Unidade Escolar (UE) Laura Filgueiras (Esplanada dos Barreiros) assistiu na tarde desta terça-feira (21) à passagem de faixa do último presidente do Grêmio Estudantil, David Marcolino dos Santos, 17 anos, para sua sucessora, Elizabeth Stéfany Ferreira Lopes, 14.


A transmissão de poder se deu três anos após a pandemia de Covid que parou o Brasil a partir de 20 de março de 2020. Desde então, foi a primeira eleição na escola para definir os novos representantes dos alunos.Sete chapas concorreram, sendo vencedora a “Revolução dos Filgueiras”, com 11 componentes. A nova presidente revelou que todos os integrantes da chapa estão bem empolgados com o novo desafio. “Vemos no grêmio uma oportunidade de ajudar a escola e transformá-la em um local mais atraente e divertido para os alunos”, propõe Elizabeth, visando a redução da evasão escolar..


O ex-presidente David Marcolino (que está concluindo o Ensino Médio na EE Yolanda Conte, de olho na faculdade de Psicologia) contou que se sentiu lisonjeado ao receber o convite para passar a faixa, mesmo depois de três anos. ”Comandei a chapa Universo Jovem e foi gratificante relembrar os tempos que eu estudava aqui. Guardo ótimas memórias desta escola. O novo grêmio está de parabéns e tenho certeza de que farão um bom trabalho”.


Diretora da unidade, Joice Bottoli ressalta que o Grêmio tem a função de movimentar a escola. “As chapas foram formadas com  alunos super comprometidos e dedicados, que tiveram a oportunidade de conhecer sobre políticas públicas e legislação. Uma saiu vitoriosa e as demais entenderam que perder nas urnas faz parte do processo”.


Para orientar a turma do grêmio, o professor de Educação Física, Francisco Finardi do Nascimento, assumiu a função de tutor. “Vai ser um ano de muita dedicação de todos os integrantes para concretizar propostas boas à comunidade escolar”

No total, a chapa Revolução das Filgueiras recebeu 216 votos, o equivalente a 28,8% das 749 cédulas apuradas.



Texto - Renato Pirauá
Fotos - Cynthia Rocha
 

Álbum de Fotos