Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 27 de maio de 2024.
23/03/2021
NOTÍCIAS
Governo de SP prorroga suspensão da operação descida de 29 de março a 4 de abril

Objetivo da medida é desestimular o aumento do fluxo de veículos em direção às praias durante o feriado prolongado na capital paulista


O Governo de São Paulo prorrogou nesta terça-feira (23) a suspensão da operação descida no Sistema Anchieta-Imigrante. De acordo com a publicação no Diário Oficial do Estado, a operação segue suspensa de 29 de março a 4 de abril.


A iniciativa atende o pedido do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), e tende a desestimular o excesso de visitantes na Baixada Santista, por conta das fases restritivas que acontecem em todo o Estado e também pela antecipação dos feriados pela prefeitura de São Paulo.


A Secretaria de Logística e Transportes, a ARTESP e as concessionárias têm orientado os usuários a evitarem viagens desnecessárias e a adotarem as medidas de proteção. Os avisos estão reforçados nas redes sociais e em mensagens nos painéis eletrônicos das rodovias sobre a importância do isolamento social como forma de conscientizar motoristas e passageiros a ficar em casa e contribuir de maneira decisiva para evitar a contaminação pela covid-19. 


A ARTESP, em conjunto com a concessionária Ecovias, responsável pela administração do Sistema Anchieta-Imigrantes, manterá todos os serviços de apoio e atendimento aos usuários que tenham necessidade de utilizar as rodovias.

 

Sistema Anchieta-Imigrantes - O Sistema Anchieta-Imigrantes é formado pelas rodovias Anchieta, dos Imigrantes, Padre Manoel da Nóbrega, dos km 270 ao km 292 (Praia Grande), e Cônego Domênico Rangoni (ex Piaçaguera - Guarujá). 


A operação descida (7x3) no Sistema Anchieta-Imigrantes, estabelecida como uma das obrigações contratuais da concessionária, é implantada pela concessionária Ecovias, em conjunto com a Polícia Militar Rodoviária, sempre que o tráfego de veículos no trecho de serra no sentido à Baixada Santista atinge patamares superiores à capacidade das rodovias em operação normal (5x5). O parâmetro definido para montagem da operação é quando o movimento ultrapassa a marca de 5 mil veículos por hora, o que garante as condições de trafegabilidade, fluidez e segurança aos usuários do sistema.


Fonte: Governo do Estado de SP




Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite