Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 19 de junho de 2024.
07/04/2021
NOTÍCIAS
Feirantes aprovam novo formato das feiras livres

Com protocolos sanitários mais rígidos, a Feira Segura garante a proteção de trabalhadores e clientes contra a COVID-19

Satisfação é a palavra que resume o sentimento dos feirantes de São Vicente, que retomaram os trabalhos nesta terça-feira (6). A Cidade é pioneira no novo formato chamado “Feira Segura”, que permite o retorno das atividades da categoria, mas com regras sanitárias. Uso obrigatório de máscara cobrindo nariz e boca, controle de fregueses com gradis e senha, aferição de temperatura e álcool gel fazem parte do protocolo que trabalhadores e clientes devem seguir.

Cintia do Nascimento Oliveira, feirante na barraca de verduras e legumes, destaca a importância das medidas. “É o certo e o mais seguro tanto para os fregueses, quanto para nós que trabalhamos. Nós corremos muitos riscos, temos filhos, podemos levar o vírus para dentro de casa. Estamos achando muito bom, a gente aprova”.

A Feira Segura também conta com faixas de conscientização e fiscais da Prefeitura que orientam e circulam pelas barracas para garantir o cumprimento das medidas. “Esse formato é necessário, pois não estávamos conseguindo controlar a feira. Na minha barraca todos já usavam máscaras, mas em outras ainda não. A aglomeração de fato existia, então é mais fácil nós nos adequarmos para podermos trabalhar”, afirma Thamires Lima Gomes, proprietária da barraca de frango.

Reunião sobre as feiras - As secretarias têm se reunido diariamente após as feiras para discutir melhorias na logística e trazer maior segurança para feirantes e consumidores. O intuito da Prefeitura é tornar a feira um ambiente seguro e garantir que não haja mais necessidade do fechamento.

“A feira está passando por isso agora, mas o comércio de porta veio se transformando ao longo do último ano. A feira ainda não tinha passado por essa renovação, que garante os protocolos sanitários e a segurança de todos”, afirma o secretário de Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp), Rogério Tadashi.

Este projeto é resultado do trabalho integrado das secretarias de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedup), Secretaria de Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp), Secretaria da Saúde (Sesau), Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans), Secretaria de Governo (Segov), Secretaria de Imprensa e Comunicação (Seicom) e Guarda Civil Municipal (GCM).

Por Isabella Paschoal e Rafael Henrique

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite