Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 12 de junho de 2024.
09/04/2021
NOTÍCIAS
Balanço do combate à dengue

Prefeitura tem intensificado ações para diminuir a proliferação do mosquito aedes egypt

 

São Vicente enfrenta uma das piores epidemias de dengue da história. Nos últimos dois meses, a Secretaria de Saúde (Sesau) registrou cerca de 900 casos e 160 de chikungunya. 
 

Como medida preventiva, a Prefeitura realizou diversos mutirões de combate ao Aedes aegypti. O primeiro foi no bairro Japuí, no dia 15 de fevereiro. Imóveis foram visitados por 25 agentes, que orientaram os moradores sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito.
 

Outro bairro que recebeu atenção foi o Parque Continental devido ao maior número de casos por habitante. Mais de mil casas foram vistoriadas e três caminhões de entulho e resíduos removidos das ruas.  
 

A Cidade Náutica foi o terceiro bairro a receber a ação. Cerca de 30 agentes de saúde, voluntários e comissionados realizaram o trabalho de orientação nas casas. 
 

Para facilitar que a população abra as portas para a visita dos profissionais do Departamento de Controle de Doenças Vetoriais (DECODOVE), São Vicente foi pioneira na Baixada Santista e criou uma lista com nome e foto dos agentes, que pode ser encontrada no site da Prefeitura. 
 

Mesmo com todas as medidas de combate ao Aedes aegypti, infelizmente não foi possível evitar duas mortes por conta da doença. 
 

Com o objetivo de diminuir o fluxo de atendimento no Hospital Municipal (HMSV) e prevenir que os pacientes possam ter contato com o corona vírus, as 18 unidades de Estratégias de Saúde da Família (ESF) também passaram a atender pessoas com suspeita de dengue. Outra iniciativa para zelar pela segurança dos vicentinos foi os resultados de exames que passaram a ser disponibilizados também por WhatsApp
 

Ainda no mês de março, o fumacê foi o destaque no combate. O carro que espalha inseticida percorreu as ruas do bairro Parque Continental e Cidade Náutica.

 

A Prefeitura segue empenhada em combater mais esse inimigo e conta com a ajuda da população para diminuir os criadouros do mosquito.


Por Isabella Paschoal


Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite