Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 18 de abril de 2024.
22/05/2021
NOTÍCIAS
Forte ventania derruba árvores em São Vicente e paralisa VLT
Com velocidade média de 70km/h,  ventania registrou rajadas acima de 100 km/h, segundo a Praticagem de Santos. Defesa Civil de SV segue recebendo ocorrências pelo telefone 153 

A forte ventania que atingiu a Baixada Santista na manhã deste sábado (22), provocou estragos em São Vicente, com a queda de sete árvores na Cidade, duas delas na linha do VLT, na altura da estação Mascarenhas, interrompendo a circulação dos trens. 

Segundo registros da Praticagem de Santos, a velocidade média dos ventos foi de 70 km/h, mas foram registradas rajadas acima de 100km/h. 

A Defesa Civil de São Vicente foi imediatamente acionada e mobilizou as equipes da Prefeitura para atender às ocorrências. Os trabalhos de remoção das árvores na linha do VLT estão sendo realizados de forma conjunta pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedup), BR Mobilidade, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. A Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans) interditou a av. Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, a partir da rua Marechal Mascarenhas de Moraes, para a operação de remoção das árvores. 

O fornecimento de energia na região foi interrompido. 

Segundo o Secretário de Obras Públicas, Paulo Fiamenghi, os trabalhos devem seguir até o período da tarde. A BR Mobilidade disponibilizou um plano emergencial de atendimento aos usuários com ônibus funcionando no trecho afetado. 

Outras cinco quedas de árvores foram registradas, uma delas sobre o muro da escola Laura Filgueiras (rua Marechal Euclides Zenóbio da Costa, 75, Vila Mateo Bei), que causou rompimento de tubulação de água e risco de instabilidade da caixa d’água que abastece o estabelecimento de ensino.  

Outras árvores caíram nos seguintes locais:   av. Nações Unidas, 1218; av. Capitão Mor Aguiar, 424; Praça Valter do Amaral, 63 – Catiapoã; Rua Campos de Bury, 158 – Centro, Praça 22 de Janeiro – Centro e Rua Libânia de Lima Croock - Vila Margarida.

A ventania também causou destelhamento no Conjunto Habitacional Penedo, atingindo dois blocos.  Alguns apartamentos tiveram vidros, janelas e portas danificados e, no estacionamento do condomínio, alguns carros também foram atingidos, mas não houve registro de vítimas até o momento. A Secretaria da Habitação já acionou a CDHU e enviou equipe ao local para prestar assistência aos moradores. 

A Secretaria de Assistência Social também mandou um técnico para acompanhar os trabalhos. 

O Fórum de São Vicente também sofreu danos com as rajadas de vento, com queda parcial das calhas do edifício. 

A Defesa Civil recomenda que em caso de ventania, com ou sem fortes chuvas, toda atenção deve ser redobrada: procure ficar longe de árvores e em caso de ocorrências, ligue para 153. 

Por Mara Prado

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite