Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 22 de fevereiro de 2024.
28/05/2021
NOTÍCIAS
Maio Amarelo: imprudência no trânsito custa caro
Tratamento de vítimas de acidentes no trânsito representam valor médio ao orçamento da Saúde, de R$ 96.000,00, entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021 

O desrespeito às normas de trânsito custa caro às vítimas e também aos cofres públicos, mais especificamente ao sistema de Saúde. Gastos que poderiam facilmente ser evitados, se houvesse mais prudência daqueles que utilizam as vias da Cidade. 

A Prefeitura de São Vicente fecha os trabalhos da campanha “Maio Amarelo - Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”, destacando que o trabalho educativo desempenhado durante o Maio Amarelo, com mensagens, apresentação de dados e dicas de segurança, pode gerar economia, e mais importante, preservar a vida. 

A média de tratamentos clínicos por acidentes entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021 foi de 18,6 por mês, representando, em média, um custo de R$ 10.002,27. Já o número de cirurgias realizadas foi de 44,6 por mês, com valor médio de R$ 86.523,15. Os dados foram fornecidos pela Secretaria de Saúde (Sesau). 

Uma cirurgia ortopédica varia de R$ 8 mil a R$ 60 mil, dependendo da complexidade, gerando altas despesas aos cofres públicos. Além disso, existem os gastos com pós-operatório e reabilitação. 

A saúde é prioridade no Município, porém, é possível, com respeito e responsabilidade, diminuir a quantidade de acidentes e, consequentemente, gerar um desafogo ao orçamento. 

Além disso, quanto menor o índice de tragédias no trânsito, mais espaço para atendimentos emergenciais. Afinal, segundo números da Sesau, os acidentes representam, percentualmente, 42% dos atendimentos em salas emergenciais da Cidade. 

“Fora o custo, o paciente fica mais tempo internado por conta das lesões geradas pelo acidente, fazendo com que esteja por mais tempo exposto ao risco de infecções”, alertou o diretor técnico do Hospital Municipal de São Vicente, Enrico di Vaio. 

Mesmo não assegurando necessariamente uma queda significante no registro de acidentes, o respeito às normas de trânsito aumenta as possibilidades de redução nos índices. 

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans) e da Secretaria de Imprensa e Comunicação Social (Seicom), durante todo o mês de maio, promoveu diversos meios de conscientização, fortalecendo a campanha do Maio Amarelo. Durante as quatro semanas, houve produção de matérias para o site, artes e vídeos para as redes sociais e produção de podcasts. Os temas foram dos mais variados: explicação da campanha, apresentação de dados estatísticos, experiência de acidentados, o trabalho dos agentes e custo na saúde. 

A educação no trânsito traz mais segurança à vida humana, e o secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre Martins, fez uma importante lembrança. “Com o encerramento da Campanha Maio Amarelo, torcemos para que as ações desenvolvidas, durante todo o mês, disseminem conceitos e boas práticas e despertem a conscientização de todos para a segurança no trânsito, incentivando quanto a mudança de comportamento, objetivando a preservação de vidas, evitando lesões e evitando sobrecarregar os equipamentos hospitalares nesse triste período de pandemia mundial”, concluiu. 

Por Guilherme Sibilio

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite