Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 20 de maio de 2024.
20/08/2021
NOTÍCIAS
Gelateca do Paço Municipal recebe livros do projeto ‘Educalizando’
 
Quatro caixas de livros foram doadas; projeto tem o objetivo de levar educação e informação para pessoas em situação de vulnerabilidade social
 
A Gelateca que fica no hall de entrada do Paço Municipal de São Vicente recebeu uma grande doação nesta semana. Fernanda Bogue, de 19 anos, escritora desde os 11, criou um projeto chamado ‘Educalizando’. Um dos objetivos dentro da área da educação é a arrecadação de livros didáticos e não didáticos destinados àqueles em situação de vulnerabilidade social.
 
O projeto começou após Fernanda e uma amiga, Silvia Rosselini, se envolverem em um trabalho voluntário de educação socioemocional de jovens da periferia de São Paulo. Elas, então, encontraram uma realidade diferente daquela que estavam acostumadas. “Eu não tinha percebido qual era o papel da educação na minha vida. Durante o voluntariado, fui me descobrindo e saindo da minha zona de conforto. Foi quando me apaixonei pela educação”, conta Fernanda. 
 
Ao participarem de um projeto que consistia em gravar um vídeo sobre educação, as jovens começaram a pesquisar realidades diferentes ao redor do mundo. Descobriram casos em que pessoas conseguiram a formação básica a partir de livros encontrados no lixo, em péssimas condições. Isso serviu de incentivo para elas continuarem a procurar maneiras de ajudar. 
 
O projeto nos dias atuais
 
Quando o projeto já tinha tomado forma, as jovens se tornaram embaixadoras brasileiras da ONG australiana World Literacy Foundation, que desenvolve trabalhos de incentivo à leitura de jovens, com o intuito de erradicar o analfabetismo.
 
O Instagram do projeto divulga diferentes serviços que os jovens podem usar, sem custo, além de compartilhar dicas de como procurar o conhecimento de diferentes maneiras. Os livros são doados para creches, prefeituras, orfanatos, ONGs, abrigos e bibliotecas da região.
 
O futuro esperado 
 
As meninas já planejam a evolução do projeto, com foco em mentoria para jovens de baixa renda. A ideia é que elas sejam mediadoras entre o público e as oportunidades e direitos que existem a partir de instituições e projetos públicos, que muitos não sabem como utilizar. 
O projeto aceita doações de livros de todos os gêneros, e o contato pode ser feito pelo Instagram @projetoeducalizando.
 
Por Manoela Lopes

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite