Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 29 de maio de 2024.
22/11/2021
NOTÍCIAS
Alunos do ‘Projeto Especial 2’ recebem aula diferenciada na escolinha de surf da Prefeitura
Iniciativa teve como objetivo gerar interação entre os alunos e promover benefícios à saúde física e mental
 
Sorrisos, brincadeiras no mar e diversão com surf e stand up. Este é o resumo da manhã de segunda-feira (22) dos alunos do ‘Projeto Especial 2’, iniciativa da Secretaria de Educação (Seduc), que visa a capacitar pessoas com deficiências física e cognitiva, proporcionando habilidades e, principalmente, interação social.
 
Nesta segunda-feira, os alunos receberam uma aula especial na Escolinha de Esportes Radicais da Prefeitura de São Vicente, no Ilha Porchat. A ideia foi feita em conjunto com a Secretaria de Esportes (Sespor), que disponibilizou os equipamentos e os profissionais para a capacitação.  
 
A aula, além de proporcionar benefícios à saúde física e mental, fez com que os alunos pudessem interagir e aproveitar a belíssima manhã ensolarada. Emocionada com o momento, Gislene Momberg, aluna do projeto, destacou a oportunidade de se distrair e esquecer os problemas do dia a dia. “O projeto Especial 2 é muito importante para mim, pois nele consigo fazer amizades, dançar e aprender várias coisas. Essa aula de hoje está bem legal”, festejou.    
 
Coordenador do projeto, Marcos Gaia conta que os alunos já tinham recebido uma capacitação da Sespor na Escolinha de Esportes Radicais. Segundo ele, a aula havia sido tão especial, que criou uma memória afetiva. “Eles nos cobravam para vir novamente até aqui. As atividades na areia e no mar fazem com que eles interajam entre si. É isso que a gente busca”.  
 
Para o chefe do departamento de Esportes Radicais, William Gorga, promover confraternizações e contribuir com a saúde do cidadão são os principais objetivos do esporte. Visando abrir a oportunidade para que todos tenham acesso às aulas esportivas, William trouxe novidades: “Estamos trabalhando e, em breve, ofereceremos aula em nossa grade para pessoas com deficiência”. 
 
Projeto Especial 2 - A iniciativa trabalha a humanização, fazendo com que os alunos possam ser autônomos. O projeto traz capacitações de marcenaria, artesanato, culinária, música, dança, educação ambiental, educação física e atividades rotineiras, como passar roupa e lavar louça.
 
A sede fica na Rua Djalma Cecílio, 33 - Samaritá e atende atualmente 40 alunos - 20 na turma da manhã (8h às 12h) e outros 20 na parte da tarde (13h às 17h). 
 
No momento, não há inscrições abertas. Entretanto, o munícipe que se enquadra neste público e possui mais de 18 anos, pode se cadastrar na lista de espera. Basta comparecer à sede do projeto, das 8h às 16h, com RG, CPF, comprovante de residência, uma foto 3x4 e laudo médico.
 
Texto: Guilherme Sibilio
Fotos: Tadeu Filho

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite