Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 29 de maio de 2024.
01/02/2022
NOTÍCIAS
"Operação Centro Seguro" e reforça segurança no coração comercial da Cidade
Ação da Secretaria de Defesa e Ordem Social tem parceria da Secretaria de Comércio, Indústria e Negócios Portuários

Esta terça-feira (1º) marca o lançamento da ‘Operação Centro Seguro’ pela Prefeitura de São Vicente. A ação é fruto de parceria das secretarias de Defesa e Ordem Social (Sedos) e de Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp), com o objetivo de garantir mais segurança aos frequentadores da maior região comercial da Baixada Santista, ou seja, o Centro de São Vicente.

“Comércio é algo fundamental na nossa Cidade, e queremos que as pessoas se sintam seguras para vir fazer suas compras no Centro, assim como os comerciantes que aqui trabalham”, disse o prefeito Kayo Amado.

Para isso, o efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) de São Vicente ganhou o reforço de 17 novos agentes, apresentados em cerimônia na Praça 22 de Janeiro, no Gonzaguinha. 

“Eu acredito muito na nossa Guarda Municipal e, por isso, estamos buscando equipar e fortalecer a corporação. A chegada destes novos guardas vai auxiliar muito o trabalho por toda a Cidade e, com certeza, nossa GCM vai sendo elevada a outro nível”, acrescentou o prefeito.

“Os novos guardas receberam capacitação para atuarem na segurança do Centro, e uma das tarefas é também coibir o comércio de ambulantes ilegais na região”, conta o secretário de Defesa e Ordem Social, Silvio Damaceno.

Damaceno explica que o trabalho desempenhado pelos 17 guardas servirá de estágio, com duração aproximada de três semanas, todos os dias, das 10h às 18h. “A ideia é que as pessoas que circulam pelo Centro possam se sentir mais seguras. Vamos trabalhar nestas semanas de forma intensa e, após o estágio, deixaremos um pessoal fixo para continuar o serviço.”

Comércio – De acordo com o secretário de Comércio, Indústrias e Negócios Portuários (Secinp), Rogério Tadashi Iha, há cerca de 2 mil comércios no Centro de São Vicente, e a iniciativa, além de garantir a segurança dos frequentadores e comerciantes da região, dará apoio para que os fiscais da Secinp organizem os ambulantes e coíbam a presença dos ilegais.

Por Carmem Doria

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite