Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 19 de junho de 2024.
06/02/2022
NOTÍCIAS
Com diversas campanhas educativas, São Vicente reduz 14% das mortes no trânsito em 2021
As mortes no trânsito de São Vicente caíram 14% em 2021, na comparação com o ano anterior. 
 
Em 2020, foram registrados 35 óbitos por acidentes. Já no último ano, o número caiu para 30. Os dados são fornecidos pelo sistema Infosiga, do Governo do Estado de São Paulo.
 
Embora o número de óbitos tenha diminuído, a quantidade de acidentes sem vítimas fatais aumentou de 1.208 para 1.366, o que representa um crescimento de 13%. A Secretaria de Defesa e Ordem Social (Sedos) chama a atenção para isso e mantém o foco nas campanhas educativas.
 
Segundo o secretário adjunto de Defesa e Ordem Social, Alexandre Martins, a educação é o melhor mecanismo para conscientizar a população. “O objetivo não é fazer com que o indivíduo evite cometer uma ação irresponsável para não levar multa, mas sim, gerar um minuto de reflexão.”
 
Em maio de 2021, a Sedos promoveu diversas atividades na campanha 'Maio Amarelo'. Os agentes percorreram o Município intensamente, da região Insular à Área Continental, buscando atender toda a população. Na ocasião, os profissionais utilizaram dados, frases educativas e dicas para orientar os vicentinos.
 
De 18 a 25 de setembro do ano passado, foi preparada uma ampla programação, com diversas atividades em alusão à Semana Nacional do Trânsito. Uma delas ocorreu na Praça Barão do Rio Branco, no Centro, na qual os agentes ocuparam as vagas de estacionamento com cadeiras de rodas e frases utilizadas frequentemente pelos infratores, como “vou ali e já volto”, “são só cinco minutos”, entre outras.

                                                 
 
Desde o dia 31 de janeiro deste ano, os profissionais da Sedos têm realizado oficinas de educação no trânsito para as crianças que comparecem ao Posto de Vacinação Infantil, no Brisamar Shopping. Os agentes entregam desenhos para  os pequenos colorirem, e ensinam regras básicas, como a utilização da faixa de pedestre, por exemplo. 
 
“O trabalho de conscientização é para todos os públicos. Se uma criança passar a entender a importância de atravessar na faixa de pedestre, naturalmente ela irá adquirir este costume. Quanto mais cedo plantarmos a semente, mais frutos serão colhidos no futuro”, ressalta Alexandre. 
 
Por Guilherme Sibilio

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite