Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 14 de junho de 2024.
08/03/2022
NOTÍCIAS
'Chega uma hora que o círculo fecha para a gente por conta da idade'
 
Aos 46 anos, Rosa parou no quinto ano de Direito, pois não conseguia pagar os estudos. Foi quando um colega dela, que hoje é guarda civil municipal, falou sobre o concurso para a GCM, na Prefeitura de São Vicente. “Eu não tinha dinheiro para a inscrição e ele pagou para mim e ao me estabilizar consegui concluir a faculdade”.
 
Essa história de luta para obter um lugar no mercado de trabalho é da guarda municipal de São Vicente, hoje com 61 anos, Rosa Maria Brandão e, que atua, desde janeiro de 2021, como ouvidora na Guarda Municipal do Município.
 
Nessa terça-feira (08), Dia Internacional da Mulher, Rosa, que ingressou na Guarda há 13 anos, revela que já sofreu preconceito por ser mulher. “Na minha função profissional, eu já sofri preconceito por ser mulher, desacatada; e a gente procura até dentro da própria Instituição fazer com que o colega nos reconheça como profissional porque, às vezes também, é preciso tomar muito cuidado da forma que estamos sendo tratadas, se estamos sendo tratadas de forma respeitosa. Na rua também já sofri muito preconceito. Uma vez, trabalhando com outra colega, fomos assediadas por um rapaz”.
 
Por isso, o recado que Rosa dá para as mulheres é que tem que tirar força extra de dentro de si e seguir no caminho certo e com fé. “Àquela mulher que esteja desmotivada, procurando uma oportunidade, quando Deus vê tua luta Ele ajuda, mas, claro, nada cai do céu e temos que correr atrás das coisas”.
 
Rosa, que tem três filhos e seis netos, revela que a profissão guarda fez com que ela desenvolvesse um olhar para a população mais humanizado, de acolher mais as pessoas. “Sinto orgulho de ser guarda municipal, pois vejo que é uma profissão que tem muito a contribuir com a sociedade, desde trabalho social, como tem colegas fazendo trabalho para prevenir a violência contra a mulher, trabalhar em escolas, com crianças, na ronda escolar, todo o cuidado com a sociedade”.
 
Ouvidoria - Atualmente a Guarda Civil Municipal de São Vicente conta com 20 mulheres na corporação e o trabalho desenvolvido pela ouvidora Rosa é receber as reclamações de munícipes e direcionar aos órgãos competentes. 
 
A ouvidora conta que o atendimento é feito por telefone ou e-mail. Os canais de comunicação com a Ouvidoria da Guarda são pelos telefones 3466-9777 e 0800772181 e pelo e-mail ouvidoria.gcm@saovicente.sp.gov.br.
 


Por Carmen Doria

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite