Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 22 de abril de 2024.
18/04/2022
NOTÍCIAS
Área Continental completa 112 anos, com avanços e mais dignidade para os cidadãos


 
A Primeira Cidade do Brasil, em seus 490 anos de história, possui 46 bairros, quase metade localizada na Área Continental que, nesta terça-feira (19), completa 112 anos. 

O perfil é de uma cidade de porte médio, com uma população de pouco mais de 150 mil habitantes, o que a colocaria no ranking de municípios brasileiros em equiparação com Porto Seguro (BA), e à frente de Botucatu (SP), Atibaia (SP) e Balneário Camboriú (SC), por exemplo, no quesito concentração populacional. Essa é a Área Continental de São Vicente, formada por 20 bairros. 

Por décadas, a região foi negligenciada por governos passados e até estigmatizada. Contudo, a atual gestão municipal tem trabalhado firme para que o progresso “cruze a ponte”, em alusão à Ponte dos Barreiros, estrutura viária de extrema importância, que liga a Área Continental à região insular de São Vicente, e possa impactar, diretamente e positivamente, a vida dos mais de 150 mil vicentinos que por lá vivem.

O prefeito Kayo Amado ressalta que, do primeiro ao último dia de mandato, a mudança na região é uma das metas da Administração. “Nossa população é de quase 370 mil vicentinos. Mais de 40% vivem na Área Continental e, infelizmente, por anos, não foram tratados com respeito e dignidade. Mas a mudança chegou. Nossa missão é, sempre que possível, enfatizar o quanto São Vicente é uma só. E o trabalho retrata o quanto estamos preocupados com isso. É só o começo!” 


Ponte dos Barreiros

Uma das obras mais aguardadas da Cidade, em especial pelos moradores da Área Continental, colocando um ponto final no sofrimento das pessoas que precisam transitar, diariamente, da Área Continental até a região insular, ou vice-versa. A Ponte dos Barreiros ficou interditada por sete meses, de novembro de 2019 a julho de 2020, por problemas na estrutura. Desde agosto de 2021 o local passa por reforma, após a Prefeitura conseguir destravar juridicamente o início dos trabalhos, que estão sob responsabilidade da Jatobeton Engenharia, e têm sido frequentemente fiscalizados pela Administração Municipal. 

No final de março, 65% das obras já haviam sido concluídas. Os próximos passos são a pavimentação das pistas, iluminação e conclusão da passarela para pedestres e ciclistas nos três últimos meses contratuais.

Em toda essa frente de trabalho atuam cerca de 150 funcionários, que trabalham para garantir que o prazo de doze meses seja cumprido e os moradores de São Vicente possam utilizar a ponte com total segurança.


Zeladoria

Este é um dos pontos focais da Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp) e a Subprefeitura da Área Continental (Supac). Desde o início da nova gestão, em janeiro de 2021, 25 vias foram asfaltadas somente na Área Continental, utilizando mais de mil toneladas de massa asfáltica, e trazendo mais dignidade e respeito aos moradores. Uma delas é a Rua 9, no Quarentenário, que no final do ano passado ficou de cara nova. A ação fez efeito instantâneo na vida do seu José Marcelino. 
“Há vinte anos que moro aqui, pisando na lama, e ninguém fazia nada. Agora, com a chegada do asfalto, já não vou carregar tanta lama nos meus calçados para dentro da minha casa, igual acontecia antes”, relatou o morador. 
Além disso, a Administração Municipal esteve atenta às demandas da população, atendendo através da Subprefeitura, mais de 2.200 solicitações do cata-treco. Em pouco mais de um ano foram 50 mil metros quadrados de roçagem de ruas e praças, mais de 25 mil metros cúbicos de entulho removidos, e outros mais de 5.800 atendimentos aos munícipes, das mais diversas demandas.


Desenvolvimento urbano

Mais iluminação gera mais segurança e mais desenvolvimento urbano. Por isso, a gestão atual está empenhada em instalar mais postes de luz e substituir lâmpadas antigas, amarelas, por lâmpadas mais modernas, de led, que geram iluminação mais eficiente e mais econômica. Importantes vias da Área Continental já foram contempladas, como as avenidas Quarentenário, Ulysses Guimarães, José Singer e Irmã Dolores, e outras seguem no cronograma.


Educação

No início deste ano, os moradores do Parque das Bandeiras receberam um presente entregue pela Prefeitura. A inauguração da creche Júlio Pereira de Andrade proporcionou mais de 140 vagas para matrícula de crianças de 4 meses a 3 anos e 11 meses.
A educação segue cruzando a Ponte em São Vicente, com a entrega de notebooks para os profissionais e kits de material escolar, que irão revolucionar o sistema da rede municipal. 


Segurança

O prefeito Kayo Amado denominou 2022 como ‘o ano da segurança pública em São Vicente’. Desde então, importantes anúncios foram feitos. 
No dia 30 de março, o prefeito Kayo Amado divulgou a vinda de totens com câmeras de última geração e visão em 360 graus. Alguns deles serão instalados na Área Continental, dando sequência ao programa ‘São Vicente Mais Segura’. As imagens geradas por estes equipamentos serão integradas com uma central de monitoramento.
Além disso, a gestão tem qualificado, frequentemente, os profissionais da Guarda Civil Municipal (GCM), com diversas capacitações. 


Social

Com olhar para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Fundo Social de Solidariedade (FSS-SV) agora também marca presença na Área Continental. Em 22 de janeiro, no aniversário de São Vicente, foi inaugurada a subsede do FSS-SV (Avenida Ulisses Guimarães, 181 - Jardim Rio Branco). 
A iniciativa tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da região, oferecendo cursos e promovendo diversas ações. 
“Nossa principal sede fica localizada estrategicamente no centro da Cidade, para que fique mais fácil para a grande maioria dos moradores, o que muitas vezes não era a realidade dos vicentinos da Área Continental. Por essa razão, é tão importante termos um espaço que cruza a ponte, pois se torna acessível a todos”, explicou a presidente do Fundo Social, Thaynã Carneiro.  
Agora, os habitantes da região insular e da Área Continental têm as mesmas oportunidades de cursos oferecidos pelo FSS e o apoio social. 


Desenvolvimento econômico

Idealizado pela vice-prefeita Sandra Conti, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedect), o projeto ‘Elas Fazem’ chegou para trazer um leque de oportunidades às mulheres da Área Continental. 
A iniciativa consiste em proporcionar capacitações ao público feminino em áreas ocupadas majoritariamente por homens. 
O Elas Fazem traz cursos de construção civil, elétrica, pintura, entre outros. O programa foi lançado em setembro de 2021 e já contemplou diversas vicentinas. 
Além disso, a Área Continental tem recebido atenção especial, com ações que são fruto das parcerias da Prefeitura com o Sebre, Senai e Sesi.


Turismo

Em novembro de 2021, um monumento foi inaugurado, representando muito mais que um patrimônio turístico. Trata-se do ‘SV Ama Continental’, na Lagoa do Quarentenário, que traz mais identidade e faz questão de ressaltar o quanto a Área Continental tem, não só o carinho, mas a devida atenção por parte do governo atual. Afinal, São Vicente é uma só, e todos os vicentinos merecem ser tratados igualmente, com as mesmas condições.

A Área Continental tem um enorme potencial e tem muito para crescer, com planejamento e organização. “É um trabalho árduo, que demanda tempo. Não queremos mais que o morador tenha que sair de casa pisando na lama, ou sem iluminação nas ruas. O trabalho da administração reflete o quanto estamos preocupados com isso. A meta não é simplesmente celebrar o aniversário da Área Continental, mas sim, entregar os presentes à população. Em um pouco mais de um ano, não foi possível resolver todos os problemas, mas já é possível notar a mudança. E não vamos parar”, conclui o prefeito Kayo Amado. 



Por Guilherme Sibilio

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite