Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 15 de junho de 2024.
16/11/2022
NOTÍCIAS
Governo do Estado atende pedido do prefeito Kayo Amado e desloca ROTA e 3° Batalhão de Choque para reforçar segurança
São Vicente recebe, a partir desta quarta-feira (16), reforço policial, como pronta resposta à onda de crimes vivida na Cidade nos últimos dias. Dois batalhões de Choque da Polícia Militar, incluindo a Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA) e o 3° Batalhão de Choque, já desceram a serra e estão no Município, intensificando as rondas em vários bairros e na orla da praia.
 
A notícia foi dada em reunião convocada e coordenada pelo prefeito Kayo Amado, na tarde desta quarta-feira (16), no Centro de Controle Operacional (CCO) de São Vicente. Na ocasião, estiveram presentes representantes municipais, incluindo a prefeita em exercício, Sandra Conti, Secretaria de Defesa e Organização Social (Sedos), Guarda Civil Municipal (GCM) e autoridades policiais.
 
A medida foi adotada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), do Governo do Estado, atendendo pedido do prefeito Kayo Amado, que iniciou diálogo com a pasta há duas semanas, com envio de ofício ao governador Rodrigo Garcia. O prefeito também pediu a antecipação da Operação Verão, maior efetivo e atuação da Polícia Militar em São Vicente, em razão da aproximação da temporada, quando o fluxo de pessoas aumenta bastante na região. 
 
Nesta quarta-feira (16) mais um ofício foi protocolado, dessa vez reforçado pelos demais prefeitos das cidades da Baixada Santista, após Kayo Amado articular esse pedido através da Agência Metropolitana da Baixada Santista (AGEM) e do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (CONDESB).
 
Flavio Gastaldi, delegado seccional, falou da importância do encontro e lembra que as ações estão acontecendo, com prisões sendo realizadas logo após o arrastão do Itararé. Até o momento, 17 pessoas foram presas, sendo 12 em flagrante, cinco procuradas pela Justiça, além de três armas apreendidas. "Essa reunião trará resultados bem satisfatórios. Já demos uma resposta com a prisão de algumas pessoas. Agora, com um entrosamento maior entre as autoridades, os resultados serão melhores nos próximos dias. As investigações do assalto ao shopping também estão bem adiantadas".
 
"A integração das forças contribui muito para a segurança das pessoas. A reunião serviu para traçarmos estratégias para reverter a atual situação da segurança pública na Cidade. No mesmo dia do arrastão no Itararé, a Polícia Militar conduziu oito indivíduos para a delegacia. A ação da PM foi rápida. Em outro crime, em que o criminoso atirou na vítima, um idoso, imediatamente ele foi preso e conduzido para a delegacia", lembra o Coronel do CPI-6, Gilson Hélio Jesus dos Santos. 
 
O comandante citou ainda outras ações da Polícia Militar nos útimos dias, como incursões do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) em comunidades, apreensão de armas de grosso calibre, coletes balísticos e entorpecentes. 
"A partir de hoje já temos um reforço, com efetivo maior em São Vicente, com dois batalhões de Choque, incluindo a Rota, para intensificar os patrulhamentos. Nosso BAEP continua com ações pontuais na região. Nós também estamos acertando a descida para o policiamento de trânsito para reforçar as fiscalizações já neste fim de semana", concluiu o Coronel Hélio.
 
O delegado Marcos Alexandre Alfino também esteve presente na reunião. "A segurança da Cidade, apesar do momento difícil, funciona de forma coerente, pois todos estes casos que foram à mídia, em boa parte, tiveram resposta da Polícia. No arrastão, quatro infratores foram presos, um dos autores no caso do idoso já foi preso; o caso da loja do shopping também já está em investigação avançada. Em breve, haverá boas notícias também sobre o caso do Atacadão. Acredito que com a união das forças de segurança da Cidade e da região, nós conseguiremos superar tudo isso e voltar à normalidade", explicou.
"Certamente esses reforços nos ajudarão muito a sair dessa situação dramática que vivemos na Cidade. Ainda que esse ano tenha sido o de maior investimento em segurança pública na história de São Vicente, obviamente é um setor que pretendemos investir mais, porque é necessário, para apoiarmos o trabalho das polícias Militar e Civil", disse o prefeito Kayo Amado, que agradeceu a ajuda do Governo do Estado.
 
Na reunião desta quarta-feira participaram: prefeito de São Vicente, Kayo Amado, prefeita em exercício, Sandra Conti, secretário de Defesa e Organização Social, Silvio Damaceno, secretário de Governo, Rafael Leite, secretário de Mobilidade Urbana, Alexandre Martins, secretário Executivo do Gabinete, Mário Santana Neto, secretário de Comércio, Indústria e Negócios Portuários, Rogério Tadachi, o delegado seccional, Dr. Flávio Gastaldi, delegado Dr. Marcos Alexandre Alfino, Major Abreu, do 39° Batalhão da PM e o comandante do CPI-6, Coronel Hélio.
 
"Enquanto prefeito tenho tentado encontrar caminhos para solucionar essa situação. Hoje consegui a união dos prefeitos da Baixada, via Condesb, que assinaram comigo o ofício enviado ao governador Rodrigo Garcia, pedindo mais policiamento na região", concluiu o prefeito vicentino, que também coordenou outra reunião no fim da tarde com vereadores, para que os poderes Legislativo e Executivo somem forças para resolver a situação da segurança pública em São Vicente.

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite