Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 15 de junho de 2024.
19/03/2023
NOTÍCIAS
Em iniciativa inédita, São Vicente realiza primeiras cirurgias para diagnóstico de câncer de mama no Hospital do Vicentino nesta sexta-feira (17)
O Centro Cirúrgico do Hospital do Vicentino, inaugurado no início do mês, já está em plena atividade, realizando as mais diversas cirurgias. Nesta sexta-feira (17), a unidade começou a realizar um procedimento importante e inédito na Cidade, e entre equipamentos municipais de saúde na Baixada Santista, que pode prevenir e identificar um câncer de mama antes mesmo de aparecer. É a cirurgia diagnóstica de câncer de mama de lesões não palpáveis.
 
 A cirurgia foi realizada em três pacientes, pelo mastologista Fabiano Affonso Kimus, especialista no estudo das glândulas mamárias. 
 
O procedimento serve para localizar lesões que são imperceptíveis na realização do autoexame e da ultrassonografia, e que não são palpáveis. É possível, por meio da mamografia, localizar a lesão na mama e realizar o agulhamento, procedimento que consiste em inserir uma agulha nos seios, com um o fio guia que passa por dentro da agulha, e a lesão é retirada cirurgicamente. 
 
Antes da cirurgia, as pacientes passam pelo anestesista. O procedimento é totalmente indolor e tem duração de cerca de 30 minutos. É simples, rápido e no mesmo dia as pacientes têm alta hospitalar. 
 
Com a realização da cirurgia, a Secretaria de Saúde (Sesau) de São Vicente busca zerar a fila de mulheres que precisam passar por esse tratamento, no período de dois meses. Sem a aquisição desse sistema, estima-se que as pacientes teriam que aguardar cerca de dois anos para conseguir o procedimento. Atualmente, cerca de 100 pacientes aguardam por essa cirurgia.
 
"O que estamos realizando é a cura do câncer de mama antes que ele apareça. Se a lesão for inicial e o rastreio de câncer de mama for feito adequadamente, a paciente sairá curada do câncer antes mesmo de saber o diagnóstico. Toda mulher após os 40 anos deve fazer mamografia anualmente, e hoje podemos dizer que São Vicente  está oferecendo meios para minimizar o aparecimento dessa doença que mata tantas mulheres”, destaca o médico.
 
"Antes, na Cidade, a média de tempo para uma mulher realizar o procedimento cirúrgico com a mamografia era de dois anos. Nesse tempo, uma lesão que não era câncer poderia evoluir, levando a mulher a ter que realizar quimioterapia e em casos graves, até a retirada completa da mama. Hoje em dia, essas pacientes conseguem fazer o procedimento em pouco tempo, graças ao Município", completa o mastologista.
 
Para a secretária de saúde, Michelle Santos, a realização das cirurgias está ocorrendo como previsto no Programa Nova Saúde São Vicente e é um marco histórico para a Cidade. “Começar os procedimentos de prevenção contra o câncer de mama neste mês de março é muito especial e simbólico. Trabalhamos duro para implementar essa técnica na Cidade e agora todas as pacientes vão poder ser diagnosticadas e tratadas com todo cuidado, carinho, e profissionalismo que elas merecem. Assim que zerarmos a fila de espera, continuaremos realizando esse procedimento cirúrgico de maneira rotineira, para alcançar o máximo de mulheres”.
 
Antes de seguirem para o Centro Cirúrgico, as pacientes viviam um misto de medo, mas sobretudo de confiança, pela oportunidade que estavam tendo.
 
"Fiz um exame de rotina e apareceu uma lesão. Eu estava já pensando em buscar atendimento em São Paulo, mas apareceu essa chance aqui na minha cidade e fico mais tranquila", comentou a faxineira Roseane Pereira da Silva, 41 anos.
 
Outra que aguardava o procedimento era a dona de casa Maria José Ferreira de Castro, de 55 anos. "Vai ser mais fácil e mais tranquilo. Faço acompanhamento desde os 39 anos e hoje se Deus quiser vou tirar essa lesão e ficar livre dela", comemorava.
 
A terceira paciente, de 53 anos, preferiu não ter o nome divulgado.
 
O prefeito Kayo Amado esteve no Hospital do Vicentino. Ele conversou com o médico e desejou boa cirurgia às pacientes. "Hoje só está sendo possível esse procedimento inédito em São Vicente porque nos esforçamos para dar as condições ideais para que os profissionais podessem colocar em prática a expertise deles. O Hospital do Vicentino oferece a estrutura adequada, coisa que o Crei não oferecia. Temos um dos melhores centros cirúrgicos da região e isso nos deixa feliz, porque demos um salto de qualidade na Saúde de São Vicente. E temos mais para melhorar".
 
A vice-prefeita Sandra Conti também esteve presente. "Mais um momento histórico para São Vicente e para a saúde da mulher na nossa Cidade. Estamos falando de prevenção, chegar na frente antes que a doença se instale. Esse método é revolucionário e vai salvar muitas vidas com certeza".
 
Parceria entre a Prefeitura e o Rotary Club - Em relação ao tumor/câncer de mama, hoje em dia, o sistema de saúde do Município também conta com serviço de biópsia de nódulos palpáveis, graças a uma parceria com o Rotary Club. São Vicente é a cidade da Baixada Santista onde o diagnóstico é fornecido de maneira mais rápida para as mulheres.
 
Como funciona - A paciente realiza mamografia. Caso o exame indique alteração, a paciente é encaminhada, na mesma semana, para a realização de ultrassonografia de mama. Se for identificado o nódulo, realiza-se a biópsia. O procedimento é indolor e em 15 dias a paciente recebe o diagnóstico e já sabe se o tumor é agressivo ou não.

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite