Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 19 de junho de 2024.
05/06/2023
NOTÍCIAS
GCM intervém em dois casos de violência doméstica
Cada vez mais eficiente atuando em ocorrências de defesa à mulher, a Guarda Civil Municipal de São Vicente (GCM-SV) interveio em dois casos de violência doméstica na última semana, amparando as vítimas. 
 
Na tarde deste domingo (4), por volta das 17h, os profissionais realizavam patrulhamento preventivo pelo calçadão da Praia do Itararé, quando foram acionados por uma munícipe pedindo ajuda. Ela informou que o ex-companheiro havia danificado alguns de seus bens (óculos, celular e uma camisa). Afirmou, ainda, que ele a prendeu em seu apartamento por mais de uma hora, impedindo-a de sair. 
 
“Todas as vezes em que tentei fugir, ele me agredia. Só consegui me desvencilhar no momento em que chegamos às vias de fato”, relatou.
 
Segundo ela, o homem estava a perseguindo no calçadão e, ao avistar a presença da viatura, tentou evadir-se. Imediatamente os agentes iniciaram a busca e conseguiram localizar o suspeito, determinando voz de parada.
 
Diante dos fatos, ambos foram encaminhados à Delegacia Sede do Município, onde foi elaborado Boletim de Ocorrência por violência doméstica, lesão corporal e dano.
 
Já no dia 31 de maio, a Guarda foi acionada para atender uma ocorrência na Casa de Passagem, localizada na Praça Bernardino de Campos, no Centro. No local, de acordo com os profissionais, foi encontrada uma mulher que estava sendo ameaçada, cujo ex-companheiro tentava entrar à força no local propagando, também, xingamentos a ela. A vítima possuía medidas protetivas contra ele.
 
Prontamente, a equipe interveio na ação e deteve o infrator, conduzindo-o à Delegacia da Mulher (DDM), onde ficou à disposição da justiça. 
 
Guardiã Maria da Penha - Trabalhando métodos preventivos em defesa à mulher, a GCM-SV desenvolveu o projeto 'Guardiã Maria da Penha', iniciativa que atende, de forma especializada, cidadãs que sofreram violência doméstica, inclusive acompanhando vítimas que possuam medidas protetivas.
 
A GCM reitera que violência doméstica não se restringe a contato físico. A Lei Maria da Penha classifica as formas de agressão à mulher nas violência patrimonial, sexual, física, moral e psicológica.

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite