Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 28 de maio de 2024.
06/06/2023
NOTÍCIAS
Paredes de escola em Samaritá viram telas de arte pelas mãos de grafiteiro

 

A celebração à Semana do Meio Ambiente continua. Na manhã desta terça-feira (6), a Unidade Educacional Armindo Ramos (Samaritá) recebeu o ilustrador vicentino Ricardo Antônio de Arruda, o Rico, que levou o tema “Reciclar” às paredes do pátio. A produção contou com a colaboração dos alunos, que ajudaram a dar cor às paredes.


Na UE Armindo Ramos, Rico falou da satisfação de fazer algo positivo pela comunidade onde cresceu. "É gratificante estar aqui a hoje à convite da escola, e contribuir com o projeto é um prazer. Alguém tem que fazer esse trabalho. Não podemos esquecer do bairro em que vivemos, por isso a minha prioridade é a Área Continental", comentou.


Crescido no Humaitá, o grafiteiro é reconhecido por levar a arte nas áreas de periferia da Cidade, colorindo os pontos de ônibus e os muros dos bairros com belas imagens e mensagens positivas. Dentro das escolas seu trabalho também é marca registrada e representa grande orgulho para São Vicente. Sua mais recente obra foi a grafitagem na AMEI Rei Pelé, inaugurada em 30 de janeiro deste ano.


Além da arte, a unidade também contou com uma exposição de brinquedos feitos com material reciclado, projeto desenvolvido pela Guarda Civil de São Vicente. Há um ano, o material é recolhido e reaproveitado, e já presenteou várias unidades de ensino com ornamentos para jardins e jogos dinâmicos.


Reciclar Para Ler - Projeto do  professor de educação física, Fray Gonçalves Santana, 41 anos, o Reciclar Para Ler é desenvolvido há seis anos no Núcleo Municipal de Atendimento ao Autista (Numaa), e foi levado por ele à UE Armindo Ramos. A ação faz parte do programa ‘Integra São Vicente’.


O professor conta que houve uma grande mobilização dos alunos, e por isso, é realizada uma disputa entre as seis turmas, com direito a prêmios como forma de incentivo pela boa ação. A competição funciona com a conversão de pontos por material arrecadado.


Ao final, são premiadas individualmente as três primeiras turmas com maior arrecadação. Para a primeira colocada, os alunos ganham, também, com um passeio.


O objetivo é que o projeto continue para além da Semana do Meio Ambiente. Por isso, os alunos Samuel e Alisson, do 9º ano, marcam presença diariamente às 6h50 da manhã para contabilizar os materiais que chegam à unidade.


“Acho muito importante a gente se envolver nesse projeto, porque ajuda muito a nossa comunidade. Menos lixo na rua, previne as enchentes. Todo mundo participa, é bem legal”, afirmou Samuel, líder do grupo.


A escolha de Rico para o grafite se deu pela identificação do artista com a comunidade do bairro, conforme destaca o professor. “Sou morador da Área Continental há 38 anos, Rico é meu vizinho, conheço ele desde que me entendo por gente. E hoje não tenho outro nome para pensar a não ser ele. É um cara que representa muito bem a nossa região e trabalha muito bem com a cultura da arte”, afirma Fray.



Texto - Maurício Massaro

Foto - Tadeu Filho

 

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite