Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 12 de junho de 2024.
25/08/2023
NOTÍCIAS
Eternos craques do Santos fazem visita emocionante à AMEI Rei Pelé
"Mais emocionante do que marcar um gol nos acréscimos de uma final de campeonato". Foi com essas palavras que José Macia, o Pepe, definiu sua visita à AMEI Rei Pelé. Na manhã desta sexta-feira (25), o Canhão da Vila e outros craques que jogaram pelo Santos Futebol Clube ao lado de Edson Arantes do Nascimento, naquele que, para muitos, é considerado o melhor time de futebol de todos os tempos, conheceram a primeira escola no Mundo a homenagear o Atleta do Século. 
 
Pepe, Edu, Mengálvio, Lima, Manoel Maria e Abel caminhavam pela unidade e, a cada registro alusivo ao Rei, as memórias vinham à tona. "Eu consigo sentir a presença do Pelé aqui. Outras escolas virão a homenageá-lo, mas essa é a primeira. Este lugar sempre terá um gostinho especial. Parabéns ao prefeito Kayo Amado pela linda homenagem", comentou emocionado o ex-atacante e grande amigo pessoal do Rei, Manoel Maria.
 
Os craques alvinegros foram recebidos pelas crianças e pela direção da escola, com direito a apresentações de dança e, também, da banda da AMEI Rei Pelé, que, inclusive, tocou o hino do Santos.
 
Nascido em 23 de outubro de 1940, em Três Corações (MG), quis o destino que o maior jogador da história do futebol brilhasse na Baixada Santista, nos gramados da Vila Belmiro. Sua conexão com São Vicente é antiga. Em 1972, o Rei recebeu o título de 'Cidadão Vicentino'. Além disso, nada mais simbólico do que a Primeira Cidade do Brasil ser a primeira a homenageá-lo com o nome de uma escola. "O ambiente escolar é o local que permite a realização de sonhos. Aqui as crianças se interessarão pela história do Rei, que como nós já sabemos, é eterno", ressaltou o prefeito Kayo Amado.
 
Santista apaixonado, o chefe do Executivo vicentino não escondeu a emoção ao poder receber de braços abertos os eternos companheiros de Pelé. "Esse lugar é muito especial. Aqui vem à mente as lembranças do meu avô. Graças a ele, esse amor pelo Santos foi despertado em mim. Faremos de tudo para que a história do Atleta do Século jamais seja apagada".
 
Amado e a diretora da escola, Regina Davino, foram presenteados com uma camisa do bicampeonato mundial do Peixe. Regina já confirmou que a relíquia, que foi entregue com diversos autógrafos, será enquadrada e exposta na AMEI Rei Pelé.
 
Gylmar; Lima, Mauro, Calvet e Dalmo; Zito e Dorval; Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Estes nomes resgatam inúmeras memórias na vida daqueles que tiveram a honra de poder contemplar com os próprios olhos a construção de uma máquina histórica comandada pelo Camisa 10. O esquadrão do Santos de Pelé resultou na conquista de dois Mundiais, duas Libertadores da América, seis Brasileiros e outros dez títulos Paulistas. Além disso, o Alvinegro Praiano serviu, juntamente com o Botafogo (RJ), como base da Seleção Brasileira na conquista das Copas do Mundo de 1958 e 1962.
 
Segundo maior artilheiro da história do Peixe, Pepe ultrapassa a marca de 400 gols no clube. O Canhão da Vila brincou alegando ser, na verdade, o maior. "O Pelé é de Saturno. Ele não conta".
 
AMEI Rei Pelé - Primeira escola a ser batizada com o nome do maior jogador de todos os tempos, o Ambiente Municipal de Educação Integral (AMEI) Rei Pelé é composto por uma série de ilustrações em grafite do Rei, com imagens dele vestindo não só a camisa do Santos, mas também da Seleção Brasileira. O elevador da unidade também é estampado com a icônica comemoração do 'soco no ar'. 
 
A escola também é pioneira no ensino integral em São Vicente. Com estrutura ampla, o local atende mais de 600 estudantes. Um deles é o Calebe Florindo, aluno de 10 anos do 4º Ano F, que se inspira na trajetória do Atleta do Século para realizar o sonho de se profissionalizar como jogador de futebol. “Eu amo jogar bola. O Pelé foi maravilhoso e jamais será esquecido. Meu desejo é ser atleta e vou lutar por isso”. O garoto ‘ganhou o dia’ com os autógrafos recebidos pelos ex-companheiros do Rei. Calebe também guarda de recordação um papel contendo um desenho de autoria dele vestindo a camisa do Santos como atleta do clube. “Eu guardo com muito carinho. Todos os dias olho para esse desenho e me imagino estando lá um dia”.
 
A secretária de Educação, Nivea Marsili, agradeceu aos ídolos pela visita e salientou: "O objetivo é transformar vidas para que no futuro elas sejam motivo de orgulho igual a vocês".
 
Falecido em 29 de dezembro de 2022, Pelé deixa marcas emocionais não só nos santistas, mas, também, em qualquer apaixonado por futebol ou, até mesmo, quem simplesmente o admira por ter levado a bandeira do Brasil ao topo. O objetivo da Prefeitura de São Vicente, com a AMEI Rei Pelé é, além de replicar a história do maior jogador de todos os tempos, dar sequência ao seu legado. Quando marcou seu milésimo gol, ele discursou em prol das crianças utilizando as seguintes palavras: “Pensem no Natal. Pensem nas criancinhas. Volto à lembrança para as criancinhas pobres, necessitadas de uma roupa usada e de um prato de comida. Ajudem as crianças desafortunadas, que necessitam do pouco de quem tem muito. Pelo amor de Deus, o povo brasileiro não pode perder mais crianças”. 
 
“Essa é uma forma de enaltecer verdadeiramente a trajetória do Rei Pelé. Aqui a criança recebe material e refeições de qualidade e plantam a semente para que possam colher no futuro. Pode faltar tudo na Cidade, mas na educação não vai faltar. Pelé, com toda a sua sabedoria, já havia alertado a importância de voltarmos uma atenção especial aos pequenos lá em 1969, quando marcou seu milésimo gol. A AMEI Rei Pelé é um marco que simboliza a nova era da educação na Cidade. Aqui a criança sonha e tem mecanismos para conquistar. Dia histórico para a minha vida. Meu coração transborda de alegria”, finalizou o prefeito Kayo Amado.
 
Por Guilherme Sibilio

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite