Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 24 de fevereiro de 2024.
29/09/2023
NOTÍCIAS
Aula inaugural do Procor toca corações e simboliza luta antirracista na educação
A noite desta quinta-feira (28) ficará marcada na história de São Vicente como símbolo de luta antirracista. No auditório da Secretaria de Educação (Seduc), foi promovida a aula inaugural do Programa Somos Muito Mais Cores (Procor), iniciativa da Seduc em parceria com o Instituto Gesto e a Revista Nova Escola, buscando discutir as relações étnico-raciais dentro do ambiente educacional, visando combater traços racistas que, infelizmente, perduram até hoje na sociedade brasileira. O programa conta com mais de 40 alunos e é destinado a professores e servidores da educação da Rede Pública do Município.
 
O primeiro encontro contou com apresentação dos principais nomes ligados ao projeto, intervenção cultural, palestra via Google Meet conduzida pela coordenadora de Operações em Territórios do Instituto Gesto, Joyce Amaral e exploração da trilha formativa.
 
Aos gritos de "negra, negra, negra", o poema 'Me Gritaram Negra', recitado na aula inaugural, emocionou a secretária de Educação, Nivea Marsili, que garantiu apoio incondicional da secretaria à iniciativa e enalteceu a proposta do Procor. "É difícil conter as lágrimas nesse momento. Nossa pretensão, com esse projeto, não é mostrar quem sabe mais ou menos, e, sim, mostrarmos uma realidade que nem sempre é abordada nas escolas. São erros que precisam ser corrigidos. Precisamos aceitar que o Brasil, sim, é um país racista. O Procor é um sonho que está se tornando realidade".
 
A aula inaugural despertou emoções em uma série de participantes que recordaram, ao longo do encontro, momentos em que sentiram na pele a dor do racismo. A idealizadora é técnica da Seduc do projeto, Patrícia Ramos, não conteve as lágrimas. "Eu, enquanto mulher negra, recordo minha ancestralidade, e penso nos meus avós, bisavós, etc, que têm papel fundamental na construção da mulher que sou hoje. Infelizmente, por muito tempo, essa história foi apagada. Hoje estamos tendo a oportunidade de dar início a um momento histórico, que refletirá na educação dos nossos alunos", salienta. Patrícia está na Seduc há dez anos. A trajetória é marcada por alegrias e tristezas. Para ela, o início do Procor é, também, o começo de uma nova era, que busca combater o racismo em suas raízes históricas. 
 
Ao final do curso, os alunos apresentarão projetos baseados nos assuntos pautados durante as aulas. A trilha formativa do Procor será concluída em novembro. 
 
Com carga de 30 horas, os encontros serão variados, com aulas presenciais, remotas e, inclusive, passeios por patrimônios históricos que visam fomentar o resgate da cultura. 
 
O prefeito Kayo Amado enalteceu a iniciativa da Seduc e ressaltou o apoio da gestão na luta antirracista. "Quando resgatamos a história dos povos originários, entendemos como está enraizado o racismo na nossa sociedade. Esse projeto irá plantar uma semente para que a educação colha no futuro. O objetivo é fazer com que as nossas crianças nos dias de hoje não sofram com esse racismo estrutural. O projeto é lindo e, certamente, está tocando o coração de muita gente. Contem com o nosso apoio para valorizá-lo ao máximo".

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite