Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 25 de fevereiro de 2024.
25/10/2023
NOTÍCIAS
Retratos de Pelé, prefeito Kayo Amado e Craque Neto são eternizadas em produções artísticas
O mundo tem uma perspectiva diferente para quem usa cadeira de rodas. Menos acessibilidade, falta de direitos e falta de espaço na sociedade. Para Gilberto Guilherme, de 41 anos, não foi diferente. Ele veio de Araraquara, interior de SP, até a Primeira Cidade do Brasil apenas para prestigiar a inauguração do Píer Nino Matos. “Foi difícil vir. Por conta da acessibilidade limitada é difícil guardar a cadeira e poder se locomover bem. Mas era uma oportunidade especial demais para perder”, comentou.
 
Gilberto percorreu 345 km carregando os três quadros que ele mesmo pintou. O primeiro foi entregue nas mãos de Edinho, ex-goleiro e filho do Rei Pelé. O segundo foi entregue ao ex-jogador e comentarista Neto. O terceiro, para o Prefeito de São Vicente, Kayo Amado.
 
O artista se tornou PCD quando criança por conta da poliomielite, doença que está erradicada desde 1989, e como resultado pode causar paralisia nos membros inferiores. Por falta de acesso à vacina na época, ele não conseguiu se prevenir contra o vírus. Gilberto mergulhou no mundo da arte e encontrou na pintura e nas caricaturas uma forma autodidata para preencher o vazio de não poder fazer atividades físicas.
 
Na fase adulta, o artista começou a levar o hobby como trabalho, transformando em algo rentável para a família. Ele montou um estúdio de grafite, pintura e tatuagem, mas só começou a fazer pinturas para famosos depois de um favor a um amigo que tocava na banda. Gilberto é carinhosamente apelidado de “Betto Medieval” pela sua forte ligação com o heavy metal. O trabalho dele pode ser seguido pela @betto_medieval, no Instagram.

Por Roberto Filho

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite