Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 22 de fevereiro de 2024.
18/12/2023
NOTÍCIAS
CCO aumenta ações da GCM em mais de 135% em 2023
Tecnologia, inteligência e integração são elementos essenciais na segurança pública. Em São Vicente, esses conceitos têm reformulado as estratégias de combate à criminalidade. Em seu primeiro ano completo de funcionamento, o Centro de Controle Operacional (CCO) contribuiu para um aumento de 135,89% nas atuações da Guarda Civil Municipal (GCM) em comparação com o ano anterior. Em 2022, o efetivo atendeu 794 ocorrências durante os 12 meses. Neste ano, até novembro, o número total já é de 1.873. Para efeito de comparação, são 66 atuações mensais em 2022, contra 170 em 2023. Ou seja, o triplo. Os dados foram extraídos via relatório fornecido pela Secretaria de Defesa e Organização Social (Sedos).
 
A efetividade pode ser atrelada ao primeiro sistema de monitoramento da história da Cidade, inaugurado em setembro do ano passado. O local, além de contar com a fiscalização pontos estratégicos 24h, proporcionou uma interação maior entre a GCM e a Polícia Militar (PM), que, juntas, já obtiveram sucesso atendendo ocorrências de naturezas variadas, como princípios de tumulto, furtos, infrações de trânsito que colocam em risco a vida alheia, entre outras. 
 
O monitoramento é assegurado por câmeras e totens de segurança. Os totens possuem leitores de placa que identificam veículos irregulares, câmeras modelo 'Speed Dome' com giro em 360°, botão do pânico (mecanismo que permite comunicação em tempo real entre o cidadão e um agente de plantão no CCO), entre outras ferramentas. 
 
A entrega do CCO representa, também, um elemento essencial para o sucesso no atendimento das ocorrências: a comunicação. Em casos suspeitos, monitoramento e viaturas mantêm comunicação a todo momento, descrevendo características e percurso dos possíveis infratores. 
 
O sistema de monitoramento também tem sido crucial no fornecimento para as investigações da Polícia Civil. O recurso já auxiliou a polícia na localização de uma quadrilha especializada no roubo de farmácias, identificação de responsáveis por atos de vandalismo, entre outros.
 
Contudo, as iniciativas do Município visando auxiliar o Estado (responsável pela segurança pública) no combate à criminalidade não se restringem ao CCO. Compõem a série de aquisições os radiocomunicadores com sistema de geolocalização via GPS para todo o efetivo (ferramenta essencial para a comunicação em tempo real entre os agentes) e as dez novas viaturas adaptadas ao uso policial. Prezando pela segurança dos profissionais, a Prefeitura também equipou a Guarda para o porte institucional de arma de fogo e entregou, também, coletes balísticos aos profissionais. Mais uma estratégia é a realocação das bases da GCM e PM para o Centro da Cidade, aproximando-se da região mais populosa, com maiores índices de ocorrências registradas.
 
Todas essas melhorias integram o programa 'São Vicente Mais Segura', que tem promovido, em âmbito municipal, o maior investimento em segurança pública na história de São Vicente. 
 
Vale ressaltar que a segurança é uma área de responsabilidade do Estado, com apoio da municipalidade. 
 
Recordando as dificuldades encontradas no início do mandato, o prefeito Kayo Amado ressaltou a importância dessas entregas para a instituição. "Os números não mentem. Em 11 meses de 2023, quase triplicamos o número de atuações em relação ao ano anterior, que, em seus últimos quatro meses, já contava com CCO. Mesmo assim, a diferença é brutal. Quando assumi, a GCM executava um papel mais patrimonial. Precisávamos mudar esse cenário. Tecnologia e qualificação profissional são essenciais. O resultado está aí. Tudo isso é fruto de planejamento,  investimento e trabalho. Isso é sinal de que a violência está acabando? Sabemos que não, mas, agora a GCM tem mais suporte para atuar em defesa dos vicentinos".

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite