Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 26 de maio de 2024.
23/02/2024
NOTÍCIAS
Mutirão contra a dengue aborda e conscientiza 345 munícipes
Encher os vasos de plantas até a borda com areia e manter bem tampados tonéis e barris d’água. Esses foram alguns cuidados passados pelos agentes de combate às endemias da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) no mutirão contra a dengue, nesta quinta-feira (22). Ao todo 23 agentes distribuíram panfletos e informações para a população.
 
A ação iniciou na Biquinha e seguiu até o teleférico da Praia do Itararé. Os agentes abordaram 345 pessoas que receberam instruções de como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti. 
O munícipe Carlos Alberto Costa, falou que a instrução dos agentes o ajudou a cuidar melhor dos recipientes da sua casa: “Ela passou algumas informações que eu não sabia, como a da bandeja na geladeira, algo que eu desconhecia. No meu caso, procuro cuidar o máximo que eu posso, principalmente nos vasos de plantas, pois tenho vários em casa”. 
 
“Nesse momento a gente precisa abordar o maior número de pessoas possíveis para passar as orientações sobre como cuidar dentro do seu imóvel. A grande dúvida que a gente identificou foi que o munícipe não sabia que a bandeja atrás da geladeira e a água da planta podem ser criadouros potenciais e que trazem risco dentro da própria casa”, comentou a agente de combate às endemias, Raquel Pacheco França.
 
A Secretária da Saúde, Michelle Santos enfatizou a importância de ações como essa: “Estamos na Semana contra o Aedes aegypti, para levar o máximo de informação para a população, para ajudar a gente a combater essa doença. Só com o trabalho em conjunto vai ser possível realizar esse trabalho”. 
 
É importante lembrar de alguns cuidados para evitar a dengue como, por exemplo, não deixar a água da chuva acumulada sobre lajes, em pratos de plantas e sempre lavá-los com escova, água e sabão, pelo menos uma vez por semana.
 
Pneus que não estão em uso precisam ser secos e colocados em um local coberto; o lixo deve ser mantido em sacos plásticos, com as  lixeiras fechadas. 
 
É importante, também, remover as folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas; encher os vasos de plantas até a borda com areia; manter bem tampados tonéis e barris d’água; manter a caixa d’água sempre fechada com tampa adequada; lavar semanalmente com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água e colocar telas em ralos.  A limpeza desses  locais deve ser feita com cloro e sal grosso no final.

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite